segunda-feira, 27 de março de 2017

COMO VOCÊ INTERPRETA?! – VI

No capítulo 15 do livro “Nosso Lar”, André Luiz recebe a visita de sua mãe que se encontrava habitando uma Dimensão Superior. Você seria capaz de dizer como ela o visita?! Estaria ela materializada?! Concorda que, talvez, materializada, fosse ela um “agênere”, em “Nosso Lar”?! Ou, quem sabe, ela se tenha feito visível apenas à clarividência de André Luiz?!

No caso de a mãe de André Luiz ter se apresentado a ele materializada, você concorda que, no Mundo, ou Planeta, Espiritual, os espíritos que lá residem vivem rodeados de espíritos que também não conseguem enxergar em condições normais?!

No capítulo 16, intitulado “Confidências”, a mãe de André Luiz diz a ele que o seu pai, Laerte, há doze anos, se encontrava “numa zona de trevas compactas do Umbral”. Ora, se André Luiz, igualmente, demorou-se na chamada região umbralina, por que ele não teria logrado encontrar o seu pai por lá?! Tudo indica que ambos estiveram no Umbral, um ao mesmo tempo em que o outro – André Luiz por quase nove anos, e seu pai, por doze! De novo: por que André Luiz não esteve com o seu pai no Umbral?!...

Como se bastasse, a mãe de André Luiz informa a ele que as suas duas irmãs, Clara e Priscila, também desencarnadas, viviam no Umbral, “agarradas à crosta da Terra”. Por que nem elas duas se avistavam com o pai que ainda permanecia no Umbral?! Você concorda em que o Umbral, igualmente, se divide em Subdimensões, como, por exemplo, a Terra em diferentes países e regiões, algumas habitáveis e outras inóspitas?!

Ao despedir-se de André, que tenta acompanhá-la, a sua mãezinha lhe diz: “Não venhas, meu filho. Esperam-me com urgência no Ministério da Comunicação, onde serei munida de recursos fluídicos para a jornada de regresso, nos gabinetes transformatórios.” Você teria ideia do que ela quis dizer?! Que “recursos fluídicos” seriam esses?! Concorda em que nos “gabinetes transformatórios” o seu processo de materialização iria desfazer-se?!...

No capítulo 17, “Em Casa de Lísias”, André que, em “Nosso Lar”, não tinha onde morar, com Clarêncio dizendo-lhe que, talvez, viesse albergá-lo em alguma Instituição, recebeu de Lísias convite para morar em sua casa, onde a sua mãe teria muita alegria em recebê-lo... Você concorda que a situação de André Luiz, no Mundo Espiritual, possa ser comparada à de um imigrante, ou de um refugiado, na atualidade da Terra, onde existe cerca de sessenta milhões de refugiados, inclusive crianças e adolescentes?! Concorda em que, um dia, com a desencarnação, todos os homens haverão de ser imigrantes no Mundo Espiritual, de vez que, na condição de espíritos errantes, ou filhos pródigos, todos estamos viajando de volta à Casa Paterna?!...

André Luiz ao chegar com Lísias à sua casa, observa que o amigo faz acionar a campainha para que a porta da residência lhe seja aberta... Ora, por que ele simplesmente não atravessou a parede da casa?! Espírito atravessa paredes no Mundo Espiritual que habita, ou apenas consegue fazê-lo nas Dimensões de matéria com diferente frequência vibratória da que constitui o seu corpo espiritual, ou perispírito?!...

Cremos que por esta semana já possuímos, acima, suficiente material para as nossas reflexões, não?!

INÁCIO FERREIRA

Uberaba – MG, 27 de março de 2017.















22 comentários:

  1. Bom dia!!!
    Minha vontade é tecer comentários quanto aos discursos engessados dos tais "federativos".
    Em respeito a quem me lê.. Melhor não.
    Quanto aos livros de "estudo dirigido" nem se fale.
    Pensamento mastigado.. Tô fora.
    Salve Inácio!

    ResponderExcluir
  2. Bom Dia Dr. Inácio e Baccelli. Nossa mente é composta de milhões de neurônios, isso significa milhões de dimensões que habitamos conforme nosso padrão vibratório, ¨A cada um segundo suas obras¨ Bjs em ti e no Baccelli.

    ResponderExcluir
  3. Manoel Philomeno de Miranda, através de Divaldo, narra ter presenciado um casal de suicidas dentro de um cemitério.
    Ambos sobre a lápide da mesma sepultura.
    Ele tocava violino aos choros e chamava por ela.
    Ela aos prantos gritava por ele.
    Mataram-se e na ilusão de ficarem eternamente juntos não se viam e não se ouviam apesar de estarem um ao lado do outro há mais de dez anos.
    Muitas moradas é basicamente questão de sintonia.
    Explicar e entender é outra coisa.
    Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  4. Continua insistindo, Dr. Inácio, para ver se consegue nos esclarecer. Obrigado pelas lições! Abraço, A. B.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Dr.Inácio e Baccelli!!
    Tudo bem?

    Bom na minha simples opinião, segue as respostas:

    1)Sim a mãe de André Luiz estava materializada em Nosso Lar.

    No caso de a mãe de André Luiz ter se apresentado a ele materializada, você concorda que, no Mundo, ou Planeta, Espiritual, os espíritos que lá residem vivem rodeados de espíritos que também não conseguem enxergar em condições normais?!
    2)Sim, concordo, devido a “frequência/sintonia” que se encontram.


    3 e 4)André Luiz não encontrou com seus pais e irmãs devido ao Umbral ser muito vasto e acredito sim, o mesmo se divide em subdimensões.

    5)Acredito que para materializar-se em Nosso Lar, a mãezinha de André Luiz teve que moldar seu perispírito de forma mais grosseira, pois tudo indica que ela se encontrava em um plano espiritual de maior elevação. Estes fluidos iriam moldar seu perispírito para viagem de retorno e tornaria assim não mais visível em Nosso Lar.

    6) Concordo com todas as afirmativas, sim somos imigrantes no Mundo Espiritual, dizer que todos somos, acredito que não, espíritos que encarnam com o intuito de missão, devem possuir já sua morada no plano espiritual (porém não de forma fixa, pois estão em processo de constante evolução)

    7) Acredito que não atravessa pois seu perispírito esta de acordo com a frequência do ambiente em que se habita.

    Obrigado amigos!!

    Excelente dia e semana para todos nós!!

    Fiquemos com o BOM DEUS!! \O/

    Carlos A. Gomes

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Dr. Inácio e Baccelli. 1- A mãe de André Luiz não se fez só visível a ele, mas também aqueles em que perto de André se encontravam. 2- Os planos espirituais os quais não enxergamos é quase o mesmo de determinados espíritos não enxergarem a imensidão cósmica espiritual a qual fazem parte. 3- O Umbral é uma imensa região onde encontraremos nela subdivisões para comportarem tantos espíritos com os seus devidos vícios. 4- André Luiz não encontrou com o pai e as irmãs mesmo estando no Umbral, porque sua sintonia energética estava aquém de podê-los identificar. 5- Esse gabinetes em Nosso Lar servem para receber espíritos que se encontram sitiados em planos mais quintessenciados, como também prepará-los para regressarem desmaterializando seu perispírito. 6- Somos quais nômades em terras como a Terra e quanto ao planeta espiritual a quem iremos residir temporariamente. 7- Creio que na posição espiritual em que vivem os espíritos em Nosso Lar, seria impossível dois corpos ocuparem o mesmo espaço tal qual acontece conosco aqui na Terra. Se Lísias tocou a campainha, decerto que ali eles não conseguiriam penetrar a matéria mesmo quintessenciada de Nosso Lar. Espero ter respondido à altura do que o Dr Inácio espera de mim. Um forte abraço. Aécio E. César

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde dr Inacio e Baccelli e a todos daqui...
    Bom dr inacio eu compreendo muito pouco sobre esse assunto
    O que eu consigo entender um pouquinho é de que o perispirito se reveste da matéria do mundo onde habita
    Penso que talvez a mãe de André Luiz tenha vindo de um mundo melhor porém não tão evoluído senao nao precisaria de ajuda para retornar...
    Pelo que já entendi de materialização é necessário ectoplasma de um medium de efeitos físicos..
    Não sei se onde André Luiz se encontrava que seria o nosso lar essa tecnica Divina seria a mesma
    Se sim..então ali tinha algum espírito dos que a receberam com mediunidade de efeitos físicos..
    Eu acho que ela se materializou..
    Tambem acho que a mediunidade de clarividencia ajudou André a vê-la
    Acho que a mediunidade é muito mais importante do que podemos imaginar e que em outros mundos ou planetas é mais evoluída e mais aperfeiçoada..e muito utilizada..
    Acho que ele e as irmãs não se encontraram com o pai...primeiro porque a vontade de cada espírito é individual..
    Estavam em regiões diferentes..pensamentos diferentes..e vontades diferentes...
    Esses recursos fluidicos de que ela precisou é que me levaram a pensar de que ela não era de nenhum planeta superior..talvez um pouquinho mais evoluída...mas ainda precisando de ajuda para retornar ao lugar de onde veio..
    Acho que André Luiz era sim um refugiado..
    Afinal dr Inácio nenhum espírito evolui do dia para noite..
    As pessoas tem mania de endeusar os que se destacam de alguna maneira..
    Mas todos nós sabemos que nosso processo evolutivo moral é demorado e claro que André luiz assim como a maioria de nós infelizmente não somos santos..nem espíritos superiores
    Sempre vi André luiz assim..como um espírito que decidiu aprender e cooperar com o bem..mas não um espírito superior..
    Entao sim..ele era um espirito como nós retornando à Casa Do Pai..e assim sendo imigrante..
    Ah dr Inacio...acho que só espírito com melhores condições evolutivas conseguem atravessar paredes..
    E tb..cadê a educação de entrar na casa dos outros sem licença?
    Acho que tocam campainha sim..
    Acho tb que nesse momento tem que ter muito controle e equilibrio no pensamento...
    Obrigada a todos
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia!! na paz!!, tá tudo certo!!
      Criz!!, muito bom suas colocações.
      "Mãe de Andre, precisou de ajuda para retornar. Espirito não superior, apenas, um pouco mais evoluida" ..., interessante!!!.
      "Tocar campainha, por educação, afinal, ninguem entra na casa dos outros assim". Concordo !, e comungo!, ...
      Quanto situação de Andre!, também comungo contigo!. Creio, ele se fez uma evolução quase que "instantanea" de mudança de atitudes, algo parecido com o que aconteceu com apostolo Paulo. Inclusive, em algum lugar e livros da codificação de kardec, os espíritos sem carne, falam algo sobre isso. "... essas questões de evolução "instantâneas", em que por exemplo , quanto mais perverso, no entanto, com inteligencia acentuada, será em mesma proporção um melhor servidor ...", algo assim!. por exemplo: Ritlher , se ainda não se converteu?, quando o fizer, será uma conversão de ascensão bem vertiginosa. Vamos nessa!...

      Excluir
    2. Bom dia Dom Tamer..que o doce jesus te abençoe
      Então Dom..eu reflito de acordo com o que minha cabeça de vento..rsss nesse instante consegue perceber..
      Porem acho muito legal o Dr Inacio fazer a gente pensar..
      Bem lembrado vc citar paulo
      Até mais ou menos uns trinta e poucos anos ele perseguiu cristãos..
      Muitos desencarnaram sob suas ordens..
      Acho muito legal a vida de Paulo..
      Depois ele fica mais uns trinta e poucos anos levando o evangelho..trabalhando junto a Jesus com muito fervor e dedicação..
      Então acho que ele teve muitos méritos..
      Entrou com muita honra na guarda de Jesus que disse que muitos de nossos pecados serão perdoados se muito amarmos..
      Porem..ele como nós está sob as Leis De Deus..então como vc..eu tb acho..que ele teria que reaver muitos processinhos guardados na gavetinha Divina..e na nossa consciência..
      E Deus é infinitamente misericordioso..vai tirando esses processinhos devagarzinho..senão a gente num aguentava..
      Porem não acredito que Paulo tenha escapado da lei de ação e reação..
      Deve já ter vindo muitas vezes e convivido com as inumeras pessoas que ele prejudicou de alguma maneira..
      Só que claro...com todo o trabalho e dedicação se tornou um discípulo de Jesus..e conta com a proteção Dele..
      Eu não acredito em transformações instantaneas..porém como acredito que a decisão de mudança é sempre nossa..ele pode ter evoluído um bocado...
      Quando Jesus apareceu nas portas de damasco..Jesus conhecia o seu interior..e sabia que poderia contar com ele..talvez Jesus já viu nele arrependimento..que pra mim é o primeiro passo para as modificações internas..e apostou no trabalho dele..
      E assim..Paulo nos deixou ensinamentos muito interessantes..e preciosos..
      Porem muitas coisas que ele deixa a gente percebe que ainda existe uma mentalidade inferior..
      É isso amigo..
      Sem evangelho..não chegaremos a lugar algum..
      Assim como os discípulos de jesus que muitos tomam por santos..pra mim eram homens comuns com as mesmas dificuldades de crescimento moral como nós temos..
      Fica com Deus..te guardando sempre
      Abçs

      Excluir
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  8. Boa tarde!!, na paz!!, tá tudo certo!.
    Bom!, vamos lá: Pensemos,... pensemos !! e, pensemos.....
    Primeiro, vamos ao fato, do espirito " MÃE", essa condição de encarne, é sublime e única!!. Pois, partamos do principio de que: Jesus, dispensou o macho para reencarnar , mas, não de um , ÚTERO!. deixando bem claro a humanidade que, Ser mãe e encarnar fêmea, e a maior oportunidade de evolução que o espirito pode obter. Partindo desse principio, podemos "tentar" concluir que, ele André Luiz, no seu inconsciente, sentiu falta da Mãe e nem tanto do Pai, dai a razão de não ter encontrado no Umbral com o Pai. Quer dizer?, essa, pode ter sido uma das razões, porque, também certamente que, Umbral, existem varias localizações , como mesmo foi sugerido por Inácio, igualmente, vários Países no mesmo Planeta, até mesmo, varias cidades, no mesmo Pais. Assim, se muitas das vezes a gente não se cruza numa mesma cidade com um parente , por vários motivos, também pode-se acontecer nos Umbrais, tanta são nossas tarefas e desafios diários que, mau conseguimos nos comunicar com o próprio vizinho de porta, a não ser que haja interesses comuns, e no caso de André e seu Pai, certamente os interessasses não deveriam ser comuns, igualmente com suas irmãs na ultima encarnação da carne.
    Com relação aos "recursos fluídicos" , certamente estando ela em mundos superiores, necessário é que, se façam esses espíritos que lá habitam, de um grande "esforço" no sentido de se mostrarem "materializados" aos mundos inferiores ( temos vários instruções a esse respeito em livros de diversos autores ,inclusive nos tidos como "básicos" de estudo). Já li também, - não sei o nome do "santo", apenas sei contar o "milagre", porque esse ultimo é o que me interessa - que, Jesus, precisou de muitos anos de preparação e uma equipe intensa para coordenarem sua vinda a esse nosso Planeta Terra. Sair de uma sublimação para uma adensa camada grosseira, o Ou seja, fazendo aqui uma comparação grosseira, sair da condição de guiar uma Ferrari e passar a guiar um jeep Wilians cambio seco ano l942. Só mesmo por um filho, para essa mãe se submeter a isso. kkkkkkkkkkkkk Essa historia de refugiados/imigrantes. Tudo isso, faz sentido, no entanto, não devamos nos esquecer de que: não somos refugiados e nem imigrantes, nem aqui e nem ai Inácio. pois, nossa pátria de origem é ai, então, porque ao voltarmos seriamos imigrantes? da mesma forma aqui, já estivemos por deveras por aqui, então, sempre estamos em nossas próprias "pátrias" independe do tipo de solo ou dialeto. Problema é o tal de, se achar "donos" de espaços!!, esses somos sempre nós, quando não atentos ao "apego" as coisas, inclusive dos espíritos, sempre nos achamos donos de algo! Fato é que , agora, eu estou aqui, e não quero emigrar pra ai, tão cedo!! kkkk Bom, quanto a ,Essa da campainha ai!!??? eu vou ter de pensar mais um pouco aqui viu!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. Bom dia, Amigos Espirituais, visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Reflexões instigantes. Naveguemos "um pouco mais além" (Didier) no pensamento vivo de "Mundo Espiritual é Planeta!" (LEEPP, mar 2015), do Dr. Inácio Ferreira (IF), capítulo 31. Mas, antes, relembremos um trecho do que ele falou no final de sua conferência no Hospital dos Médiuns (capítulo 28): "...Toda pergunta traz em si implícita a sua própria resposta, ou seja: não existem perguntas sem respostas - encontrá-las é que se nos constitui o maior desafio à Evolução!". Seguindo esta linha de pensar, no capítulo 31 acha-se o esclarecimento do IF sobre o primeiro parágrafo da mensagem semanal. Nele, IF declara que: - No capítulo 15 ["A visita materna"], de "Nosso Lar", André Luiz descreve a visita de sua mãe a ele...A sua querida genitora estava num Plano Espiritual superior [5ª Terra] ao dele [4ª Terra] e, portanto, teve que se materializar em "Nosso Lar" - se ela não se materializasse, evidentemente, não seria percebida por ele - a menos, por exemplo, que André Luiz a clarividência desenvolvida." Sobre esta clarividência desenvolvida em André Luiz (AL) encontramos resposta lendo e estudando "Os Mensageiros" (FEB), capítulo 14, quando o corpo espiritual de AL teve ampliada às percepções melhoradas por técnicos especializados no Gabinete de Auxílio Magnético às Percepções, no Centro de Mensageiros no Ministério da Comunicação. Mais adiante do diálogo entre IF e o grupo de amigos (Odilon, Paulino, Modesta, Domingas e Manoel Roberto) sobre os extraterrestres, o autor espiritual sinaliza que: - A mãe de André Luiz, sim, ao visitá-lo, completamente materializada, era um agênere em "Nosso Lar"! Prosseguindo, IF narra que: - Estamos aqui...À nossa volta, pululam espíritos, em corpos mais rarefeitos que os nossos, cuja presença nós não podemos detectar com os sentidos físicos. Eles estão além de nossas atuais percepções -..." Logo, lendo este trecho, encontra-se a resposta para o segundo parágrafo do texto de IF atual. No terceiro e quarto parágrafos, a possível resposta é concordar com o fato de que o Umbral é constituído de subdimensões, conforme se lê em "Espírito é Gente!" (LEEPP, out 2014), capítulo 10 - O Umbral. E também, consideremos o estado mental de Laerte, pai de AL, e de suas irmãs (Clara e Priscila), que estavam concentrados em seus próprios problemas emocionais derivados da falta de compreensão de seres imortais, filhos de Deus. No quinto parágrafo, é evidente que a genitora de AL teria que desfazer da energia ectoplásmica própria da 4ª Terra, que os 'gabinetes transformatórios' ofereceram ao corpo espiritual para a materialização naquela dimensão. No sexto, o texto "Somos todos refugiados/imigrantes" (20-03-2017 01:53) orienta-nos muitíssimo bem sobre esse questionamento, bem como o "Refugiados - teste aferidor" ("Dr. Inácio, ele mesmo!", LEEPP, ago 2016). O penúltimo parágrafo, a questão 91 de "O Livro dos Espíritos" ampliada pelo Espírito Fernando Miramez de Olivídeo, em seus comentários àquela obra, esclarece o fato muito bem. Também, pode ocorrer que Lísias estava ensinando a AL como se habituar às condições de energia ('matéria desconcentrada') inerente à 4ª Terra Espiritual, não o constrangendo o estado mental de AL. Lembram-nos da situação exposta no filme "Ghost", quando o personagem espiritual (o fantasma do metrô) orienta Sam Wheat a tocar no corpo físico dele (Sam) no hospital. Para melhor compreensão dos questionamentos do IF, sugere-se ler o capítulo 9 - Mundos Paralelos de "Espírito é Gente!". Perdoe-nos o texto longo! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo.

    ResponderExcluir
  10. Dr. Inácio, de volta à revisão da matéria de estudo: 1.Sim, a mãe de André Luiz submeteu-se ao fenómeno da materialização para que seu filho a pudesse ver e cuja duração foi de "minutos rápidos". Ela é considerada agénere porque a sua morada situa-se na dimensão superior, digamos sem medo de errar, Arte, Cultura e Ciência, ou seja, a 5a. Esfera.
    2.Concordo que os habitantes do Umbral não consigam ver espíritos de esferas superiores porque estes vibram a uma frequência superior, tal qual sucede connosco relativamente aos espíritos que nos rodeiam, excepto quem tem clarividência.
    3. O Umbral é uma vasta zona que estamos longe de a imaginar. André Luiz poderia encontrar-se à distância do pai tal o Brasil à distância da América do Norte, por exemplo. Como poderiam, então, se encontrar, não é mesmo?
    4. A explicação mais plausível para o desencontro da família é justamente a tal subdivisão do Umbral que refere em "diferentes países e regiões, algumas habitadas outras inóspitas".
    5. Se o processo de materialização ocorreu no Ministério da Comunicação, a desmaterialização dos fluidos utilizados para o efeito teria de ocorrer também, por razão de lógica, no respetivo Ministério.
    6. Dr, Inácio, não, não entendo que sejamos imigrantes no Mundo Espiritual, a nossa morada verdadeira, não sei, obviamente, por quantos séculos ainda. É aí que se encontra a nossa casa de morada, da qual nos ausentamos com frequência para darmos conta de negócios que iniciámos aqui e que irão demorar por muito tempo ainda. De vez em quando, regressamos à nossa morada para estudos mais proveitosos e planearmos negócios para aqui com mais sucesso.
    7. O espírito não atravessa paredes no mundo espiritual porque a matéria aí para eles é tão matéria grosseira o quanto é a nossa para nós aqui. Mas a nossa matéria para eles é penetrável porque eles vibram a uma frequência acima da nossa. É tudo uma questão de frequência e vibração. Quanto maior a frequência mais penetrável a matéria se torna.Minha gratidão. Abraço carinhoso à equipa. Noemia

    ResponderExcluir
  11. Boa noite!! Na paz!! Tá tudo certo !
    Nobre irmão , Cadin-Piri. Não se apoquente em desculpar-se! Suas instruções são sempre , muito bem vindas ! E independem do tamanho do texto ! São proporcionais as instruções !!! ...

    ResponderExcluir
  12. André de Jaú, SP29 de março de 2017 05:36

    Bom dia.
    Quanto ao fato de "Espírito é gente" basta ler a obra "No Invisível".
    Nela Léon Denis afirma que Espíritos agem e pensam como pessoas.
    Ele falar pode... Inácio Ferreira não?!
    Poupe-me.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André!!! Verdade meu veio!!! A gente observa mesmo uma certa "resistência " dentro dos centros ! Qyando a gente lembra Dr Inácio ! O que me impressiona é qye, quando a gente menciona o Dr ! O semblante dos instrutores se transforma num mix de, atenção ao que você vai falar é uma certa dose de descaso! Já nos alunos , a impressão é , mix de , surpresa !! Como ah!!! Já ouvi falar , misturado a uma certa dúvida se comunga ou não com suas ideias e pensamentos !!! Dai fica aquele clima de: " seria cômico!! Se não fosse trágico " !! Vamos nessa meu veio!!! Sou um discípulo "torto" dessa Inácio!! Tudo certo !!! Na paz!!!!

      Excluir
  13. Bom dia, Amigos Espirituais, visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Reflexões instigantes. Perguntar-se-á: - "André Luiz (AL) em algum momento de suas excursões em direção à Crosta do Mundo Espiritual Terra observou uma materialização de Espíritos no lado invisível?" Bem, uma resposta clássica é o conteúdo narrado por AL no capítulo 3 - Entendimento - de "Libertação" (FEB, 1ª edição, 1949). Nele, ele e equipe espiritual liderada por Gúbio penetraram num "...gracioso templo...consagrado à materialização de entidades sublimes...". Nesse recinto, AL declara que o Instrutor Gama disse que "...Os doadores de fluidos sublimados encontram-se a postos..." Mais adiante, AL esclarece que "... Em seguida a saudações ligeiras e cordiais, foi composto o conjunto de oração. Os doadores de energia radiante, médiuns de materialização em nosso plano, se alinhavam não longe, em número de vinte..." Continuando, ele diz que "...E logo após a prece, (...) eis que a tribuna doméstica se ilumina. Esbranquiçada nuvem de substância leitosa brilhante adensa-se em derredor e, pouco a pouco, (...), emerge a figura viva e respeitável de veneranda mulher..." Posteriormente, no mesmo ambiente, que poderia funcionar, guardadas as proporções, como uma espécie de "gabinete transformatório", o Espírito Matilde surgiu (materializou-se) através de "...outro lençol de alva substância, coroada de tons dourados...". Estando na condição temporária de agênere (ver "O Livro dos Médiuns"-125; GE-XIV:35-39), Matilde manteve diálogo com Gregório sobre o resgate de Gregório, seu filho. Essa narração dessas materializações faz-nos lembrar o capítulo 20, versículos 24 a 31, no qual o Espírito Jesus Cristo apareceu ao grupo de apóstolos reunidos numa casa em Jerusalém. Para compreender melhor qual deve ser nosso comportamento em reuniões desse tipo, leiamos a mensagem "Reuniões de materialização", de AL no livro "Apostilas da Vida" (IDE, 1986)! Em "Missionários da Luz" (FEB), no capítulo 10 - Materialização - narra interessantes observações! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo.

    ResponderExcluir
  14. Bom dia, Amigos Espirituais, visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Correção no texto "Reflexões instigantes" (29-03-2017 06:36). No trecho "...Matilde manteve diálogo com Gregório sobre o resgate de Gregório, seu filho...", devemos ler "...Matilde manteve diálogo com Gúbio sobre o resgate de Gregório, seu filho....". Perdoe-nos a incorreção e não revisão do texto após a digitação do mesmo! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo.

    ResponderExcluir
  15. Boa noite !! Na paz!! Tá tudo certo !!!
    Nobre irmao! Cadin Piri, você me lembra muito , o instrutor , Aulus em Diminios da Mediunidade. Aliás, belíssima obra , da qual todos médiuns ostensivos se, se espelhando em hilário , absorveriam uma fortuna incomensurável de aprendizado gratificante! Na paz!!! Grato!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Amigos Espirituais, visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Dom Tamer. Parece-nos que em "Nos Domínios da Mediunidade" (FEB), capítulo 1 - Estudando a mediunidade -, André Luiz (AL) retrata muitíssimo bem quem seja Áulus, não é mesmo? Encontramos pistas de quem seja ele no trecho "...Interessava-se pelas experimentações...dando-nos a conhecer a primorosa bagagem de memórias e experiências de que se fazia portador..." Na nossa quântica opinião, imaginamos que ele tenha sido Armand Marie Jacques Chastenet de Puységur (1751-1825) ou Charles d'Eslon (1750-1786). Posteriormente, teria reencarnado como Eugène Auguste Albert d'Aiglun de Rochas (1837-1914) ou Alfred Erny (1838-1903). Neste último caso, nossa "intuição" (palpite) inclina-se para o nome de Albert de Rochas! Pode ser que estejamos errados! O Dr. Inácio Ferreira (IF), em um de seus livros psicografados pelo C.A.B, sinaliza que Áulus tenha sido um personagem conhecido da Antiguidade! Nós não recordamos qual é a obra onde se encontra essa identificação, no momento! Como todos nós somos médiuns de alguma forma, pode ser que nos sintonizemos com a forma de pensar, sentir, agir e reagir do Áulus! Porém, é apenas uma questão de sintonia à distância, isto é, pelas ondas mentais do pensamento teledinâmico! Ele pode estar perto ou longe de cada um de nós! É apenas um palpite! Agradecemos a gentileza de suas observações! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo.

      Excluir
  16. Amigo Cadichon, volto para lhe dizer o quanto é útil nos remeter para estudos comparativos, reforçando o entendimento do tema. Considero muito as suas sugestões, correndo a rever esses livros, buscando me enriquecer de novo, pois a minha memória não consegue armazenar e localizar toda a matéria dos livros espíritas lidos até ao momento. Excelente contributo o seu. Continue que nós agradecemos. Jesus o abençoe sempre. Abraço fraterno. Noemia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Amigos Espirituais, visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Noemia. Agradecemos as palavras gentis de suas observações quanto ao nosso modo de participar nesta sala de estar do Dr. Inácio Ferreira (IF)! Quando penetramos nela, temos o cuidado de ler a mensagem semanal e também todos os comentários dos irmãos. Acreditamos que é um dever de cada um de nós auxiliarmo-nos mutuamente nesse aspecto enfocado por você! Uma curiosidade: parece-nos que que seu nome completo foi mencionado numa das obras do Dr. IF, não é mesmo? Poderia indicar quem seria o "Espírito é Gente!" que esteja contactando com o Chico Xavier em seu país abençoado da Europa? Deus, Jesus e os Amigos Espirituais a abençoe também! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo.

      Excluir