segunda-feira, 25 de setembro de 2017

COMO VOCÊ INTERPRETA?! – XXVI

No capítulo 33 do livro “Nosso Lar”, André Luiz, basicamente, aborda quatro assuntos importantes: as saudades que sentia da família terrestre; o desdobramento – fornece notícias de dois espíritos encarnados que, no instante do desprendimento pelo repouso do corpo físico, estavam visitando “Nosso Lar”; a chegada da equipe de resgate denominada “Samaritanos”; e outra vez, referência aos animais no Mundo Espiritual.
*
Comentemos, inicialmente, a sua observação daqueles “dois vultos enormes” dos quais, segundo ele, “dos pés e dos braços pendiam filamentos estranhos, e da cabeça como que se escapava um longo fio de singulares proporções.” Evidentemente, André está fazendo referências aos laços perispirituais que unem o espírito ao corpo carnal. O “fio de singulares proporções” que ele observa à altura da cabeça, é uma espécie de cordão umbilical, de natureza elástica, que tão somente, se desprende em definitivo quando do fenômeno da desencarnação.
No livro intitulado “Obreiros da Vida Eterna”, em seu capítulo XIII – “Companheiro Libertado” –, narrando a desencarnação de Dimas, o autor espiritual anota o que lhe disse Jerônimo: “Segundo você sabe, há três regiões orgânicas fundamentais que demandam extremo cuidado nos serviços de liberação da alma: o centro vegetativo, ligado ao ventre, como sede das manifestações fisiológicas; o centro emocional, zona dos sentimentos e desejos sediados no tórax, e o centro mental, mais importante por excelência, situado no cérebro.”
Os nossos irmãos internautas, certamente, haverão de pensar não apenas no cordão umbilical que, constituído por duas artérias liga o feto à placenta – quando o cordão umbilical é cortado, a criança, então, passa a respirar com autonomia – é o maravilhoso fenômeno do nascimento! Pensarão, igualmente, os nossos irmãos, naquele “cordão” que liga o astronauta à sua nave, e, através do qual, ele recebe suprimento de oxigênio. Se o cordão que liga o astronauta à nave espacial se romper, ele se perderá no espaço sideral. (Semelhantemente, os mergulhadores de grande profundidade – a Organização Internacional do Trabalho considera essa profissão a mais perigosa do mundo! – quando deixam os submarinos, que lhes abrem as escotilhas, ao caminharam sobre o piso dos oceanos, ou em suas proximidades, permanecem presos a eles por uma espécie de “cordão”.) Analogias interessantes, para que os nossos irmãos reflitam no chamado “cordão de prata”, dentro qual circulam energias de natureza atômica que promovem a união entre espírito-perispírito-corpo!...
*
Nos espíritos menos evolvidos, os laços perispirituais, claro, se revelam mais grosseiros, e, portanto, menos elásticos, não permitindo que o espírito se ausente do corpo para longas distâncias. O “cordão umbilical” pode também, em sua existência, ser considerado subjetivamente, ou do ponto de vista psicológico, nas “imantações” que o espírito, estando encarnado ou desencarnado, experimenta, não logrando, na maioria das vezes, afastar-se muito do local em que respira, como, por exemplo: família, casa, cidade, país, etc.
*
Em alguns episódios de desdobramento, ou da “saída” temporária do espírito do corpo físico, os filamentos perispirituais podem reunir-se em um único, que lhes parece terminar à altura das pernas, dos joelhos aos pés.
Quanto maior for a distância que o espírito, em estado de projeção, esteja de seu corpo físico, mais adelgaçado o “cordão de prata” se apresenta, podendo, quando assim esteja determinado que ocorra, romper-se em definitivo.
Em “Obreiros da Vida Eterna”, em seu capítulo XIX – “A Serva Fiel” –, falando sobre o desenlace de Adelaide Câmara, a nossa Aura Celeste, mais uma vez, André Luiz registrou a palavra de Jerônimo, o Instrutor: “A cooperação de nosso plano é indispensável no ato conclusivo da liberação; todavia, o serviço preliminar do desenlace no plexo solar e mesmo no coração, pode, em vários casos, ser levado a efeito pelo próprio interessado, quando este haja adquirido, durante a experiência terrestre, o preciso treinamento com a vida espiritual mais elevada.”
*
Não obstante, a fim de não nos estendermos em demasia, o que André Luiz, no capítulo 33 de “Nosso Lar”, quis demonstrar é que, em circunstâncias especiais, espíritos encarnados na Terra podem, perfeitamente, visitarem outras Dimensões, porquanto, afinal, o espírito não se encontra “emparedado” no corpo carnal.

INÁCIO FERREIRA

Uberaba – MG, 25 de setembro de 2017.



26 comentários:

  1. Bom dia Dr. Inácio e Baccelli. Vontade não me falta de dar uma espiadinha por aí durante o sono. Mas aí de mim, fico mesmo é ¨rodiando¨ por aqui. Também acho meio perigoso fazer viagens astrais a lugares maravilhosos, vai que eu não queira voltar... Bjs em ti e no Baccelli.

    ResponderExcluir
  2. Aécio Emmanuel César25 de setembro de 2017 03:08

    Bom dia Dr. Inácio e Baccelli. Muito se se que ser estudado também esse "cordão de prata". Segundo as nossas intenções para o bem ou para o mal, somos atraídos para regiões de luz ou treva, ligados a ele enquanto estivermos presos a um corpo físico. Um forte abraço. Já houve casos de que esse cordão partisse quando o espírito ainda se encontrasse reencarnado? Um forte abraço. Aécio E. César

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! A fim de facilitar a leitura e o estudo deste tema semanal proposto pelo Inácio Ferreira (IF), sinalizamos, mais uma vez, a existência do livro "Iniciação - Viagem Astral" (Fonte Viva, 1ª edição, 1987), de Charles Marie Eugène Lancellin (1852-1941) e psicografia de João Nunes Maia (1923-1991). É uma obra muito ilustrativa com casos vivenciados por muitos irmãos durante a emancipação da alma à noite, fato muitíssimo natural que os Espíritos Orientadores de "O Livro dos Espíritos" indicaram nas respostas às perguntas 400 a 412! Como se lê na questão 402, Santo Agostinho (Aurelius Augustinus Hipponensis, 354-430) declarou que "...morreis todos os dias..."! O estudo desse fato leva-nos a não temer a morte como muitos seres humanos temem! Parabenizamos ao nobre irmão IF pelo enfoque estampado nesta mensagem semanal! Deus e Jesus Cristo abençoem ao nobre esforço de esclarecimento de seus irmãos encarnados! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (08:14)!!!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia dr inacio e carlos baccelli ob q a paz de deus esteja com todos.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Dr. Inácio e Baccelli!!
    Verdade, concordo em tudo que o doutor mencionou!!

    Abraços e obrigado por tudo!!

    Excelente dia e semana para todos nós!!
    Fiquemos com o BOM DEUS!! \O/
    Carlos A. Gomes

    ResponderExcluir
  6. muito interessante esse tema, dr Ferreira! Deus o abençoe

    ResponderExcluir
  7. Ana Lúcia de Oliveira Gobbi25 de setembro de 2017 07:59

    QUERIDOS DOUTORES INÁCIO E BACCELLI!REALMENTE UM ENCARNADO PODE VISITAR OUTRAS DIMENSÕES, MAS ACREDITO QUE ISSO SEJA PARA POUQUÍSSIMOS DE NÓS.EU SEI QUE NÃO TENHO CONDIÇÕES DE VISITAR NENHUMA DIMENSÃO MAIS EVOLUÍDA E JÁ FICAREI MUITÍSSIMO AGRADECIDA SE FOR POUPADA DE VISITAR UMA DIMENSÃO INFERIOR A QUE HABITO, PORQUE AINDA ESTOU ENGATINHANDO NO " ORAI E VIGIAI" E NEM SEMPRE ( OU QUASE NUNCA) MEUS PENSAMENTOS SÃO COMPATÍVEIS COM OS DOS BENFEITORES ESPIRITUAIS.É UMA RAIVA AQUI, UM MELINDRE ALI, UM PALAVRÃO ACOLÁ E VOU EU ME DESEQUILIBRANDO.MAS TENHO FÉ QUE NUM FUTURO NÃO MUITO DISTANTE, PODEREI VISITAR A DIMENSÃO DE PAZ ONDE O SENHOR MORA ,DR. INÁCIO ,PARA CONHECÊ-LO PESSOALMENTE E TAMBÉM CONHECER O PESSOAL TODO DAÍ(D. MODESTA, DR. ODILON,DOMINGAS,MANOEL ROBERTO,PAULINO...).ESPERO QUE ESTA VISITA ACONTEÇA ANTES DE QUE TODOS VOCÊS TENHAM REENCARNADO.
    ABRAÇÃO SEMANAL DA ANA LÚCIA GOBBI!
    @}--´----

    ResponderExcluir
  8. Dr. Inácio, quando diz " Quanto maior for a distância.... mais adelgaçado o "cordão de prata" se apresenta, podendo, quando assim esteja determinado, que ocorra romper-se em definitivo", eu questiono: o espírito não sabe que se está a exceder no forçar os limites da elasticidade do cordão? Não é ele responsável pelas consequências advindas?

    "podendo, quando assim esteja determinado que ocorra, romper-se em definitivo", posso concluir, então, que o espírito não será responsável pela ocorrência, visto que antecipadamente estava previsto o rompimento?

    Obsessores, na perseguição de sua vítima,podem, por conhecimento,romper-lhe o "cordão", precipitando o desencarne para melhor se vingarem?
    Me parece que este tema é mais complexo e tem mais questões do que certezas. Anseio por uma resposta objetiva, concreta e sustentável.
    Dr.Inácio, muito grata como habitualmente. Abraço carinhoso à equipa. Noémia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Noémia José (25-09-2017 09:33). Permita-nos auxiliar. Suspeitamos (apenas um palpite) que você obterá respostas as suas perguntas lendo a indicação de um irmão dada em 25-09-2017 04:19! Lendo a sinalização, certamente você entenderá a sua frase "...Me parece que este tema é mais complexo e tem mais questões do que certezas...." Num primeiro momento, o questionamento, no primeiro parágrafo, tem embasamento no fato de que tudo no Universo é natural e tem limites a serem obedecidos. Esses limites são as leis divinas, evidentemente! Logo, excedendo esses limites, então o espírito é responsável pelos efeitos bons ou maus. A sua segunda observação tem explicação, até prova em contrário, no que Jerônimo ("Obreiros da Vida Eterna") orienta André Luiz e que Inácio Ferreira relembra. Esta orientação de Jerônimo tem apoio naquele livro mencionado acima (do Charles Lancellin)! A terceira, acreditamos que seria uma violência contra as leis divinas, não é mesmo? Os envolvidos seriam responsáveis pelo fato. Bem, pode ser que estejamos enganados e pode ter respostas alternativas! Boa participação! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (23:42)!!!

      Excluir
    2. Cadichon, muito obrigada pelo seu simpático e fraternal esclarecimento. Necessito de mais... O Dr. Inácio tem vindo sucessivamente nos trazendo muito material de estudo implícito e pouco explícito. Os seus livros estão repletos de informações preciosas cuja localização o meu cérebro não identifica. O mesmo não sucede com Cadichon que Deus o privilegiou com uma memória abençoada e surpreendente. Deus o conserve nessa linha. Abraço fraternal Noémia

      Excluir
    3. Bom dia a todos!!!

      Graças ao bom Deus, Lancellin é muito mais curioso que você prezada Noémia!
      Segui a dica fornecida pelo nosso gentil Cadichon Pirilampo e fui achar o livro "Iniciação - Viagem Astral". No capítulo Educando Sempre, Lancellin pergunta tudo e mais um pouco sobre o tal "cordão de prata" pra Miramez , que não deixa de responder!!!

      Acredite: pergunta até se dá pra um encarnado ir até Capela!
      Com uma dupla como Lancellin e Miramez, e contando ainda com Kahena, Abílio, Fernando, Celes e Galeno trata-se, acredito, de uma obra fundamental para curiosos.

      Obrigado Cadichon Pirilampo!

      Boa semana a todos!!!

      Excluir
    4. Schico, muito obrigada por me ter localizado o Cap. que nos fala do tema em questão. Maravilha! Tal como Cadichon havia dito que aqui encontraria respostas. Verdade já obtive o que desejava. Tenho este livro desde 2000. Já foi lido algumas vezes. Sempre com muita alegria no curacao, mas não me lembrava de ter lido este tema e aonde o localizar.Grande karma este que me tem acompanhado. Amo Miramez e toda a sua equipa. Vou reler o livro. Agradeço imenso a vós ambos a ajuda preciosa. Deus e Jesus vos abençoe cada dia. Abraço fraternal. Noémia

      Excluir
    5. Volto apenas para corrigir a palavra "coração". O meu computador, por ter teclado inglês, altera frequentemente a ortografia, exigindo de mim muita atenção. Abraço fraterno a todos os internautas e que Jesus nos abençoe. Noémia

      Excluir
    6. Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Noémia José (27-09-2017 03:33) Senha do coração! Fique tranquila quanto a esse tipo de evento computacional! Bem, aproveitamos o seu escrito e divulgaremos o artigo "Use o seu coração como senha - ninguém tem um igual" (26-09-2017 - Informática) que o site Inovação Tecnológica noticiou! Segundo o artigo, "uma equipe da Universidade de Buffalo, nos EUA, construiu um protótipo de sistema de identificação que detecta o coração do usuário para lhe dar acesso ao seu computador, celular ou qualquer aparelho eletrônico..." É um passo para futuros avanços tecnológicos! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (21:10)!!!

      Excluir
  9. Tem um ponto interessante sobre o desdobramento que talvez esteja relacionado ao tema da semana passada. Na semana passada, foi dito que "intimamente, ela [a ministra Veneranda] vive em zonas muito superiores à nossa [a dimensão em que se situa o 'Nosso Lar'] e permanece em ‘Nosso Lar’ por espírito de amor e sacrifício". Seria essa "vivência íntima" uma espécie de desdobramento, no qual ela deixa temporariamente seu "corpo astral" (quero dizer, o corpo que ela usa para atuar na dimensão em que se situa o "Nosso Lar') e, em desdobramento, visita regiões superiores? Se sim, qual seria o "corpo" que ela usa para atuar na referida "dimensão superior"? O próprio André Luiz relata uma espécie de desdobramento (seu "corpo astral" ficou dormindo na cama da residência de "Nosso Lar" na qual ele estava hospedado) que ele teve, no qual encontrou sua mãe em alguma dimensão superior. Já soube de relatos de homens encarnados que, em desdobramento, conseguiram se "redesdobrar", ou seja, se desdobrar para uma dimensão superior, abandonando temporariamente seu "corpo astral".

    Naturalmente, podemos nos perguntar: e na mediunidade, o espírito comunicante precisa estar de "corpo astral" presente ao lado do médium ou o mesmo pode se aproximar do médium apenas em "corpo mental", vamos dizer?

    Os opositores da tese de que "espírito também é gente" talvez estejam com dificuldade em compreender que o termo "espírito" é empregado no sentido de alma+perispírito (sendo o perispírito o MOB - Modelo Organizador Biológico - do corpo físico, que não é "fumacinha"...) e não no sentido de alma (a "fumacinha") apenas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Chegado (25-09-2017 09:58). Isabel de Aragão e Veneranda. Permita-nos ajudar. Você escreveu "...Seria essa 'vivência íntima' uma espécie de desdobramento (...)? Num primeiro estudo da vida de Veneranda, acreditamos que a leitura da obra "Isabel de Aragão, a rainha médium" (O Clarim, 1ª edição, 2011), de Monsenhor Eusébio Sintra e psicografia do médium Valter Turini, fornecerá enfoques interessantes sobre essa "vivência íntima" de Veneranda = Isabel de Aragão! Não somente essa obra, mas também outras de autoria de Inácio Ferreira e a relação simbiótica entre Chico Xavier e Isabel de Aragão! Considerando o grau de evolução intelecto e moral desse Espírito, entende-se que na dimensão superior em que estagia ela se manifesta em corpo mental ou no supramental (terminologia indicada por Inácio Ferreria no livro "Na Casa de Meu Pai", LEEPP). Quanto ao questionamento "...Naturalmente, podemos (...) ou o mesmo pode se aproximar do médium apenas em 'corpo mental', vamos dizer?..." Parece-nos que a melhor indicação é que o ser comunicante se apresenta em corpo espiritual (ou perispírito), conforme se lê e estuda em "O Livro dos Médiuns" e outras obras suplementares! O espírito comunicante pode estar à distância em "corpo mental" na condição de fluidos teledinâmicos (ver "Nos Domínios da Mediunidade" (FEB), de André Luiz, capítulo 13 - Pensamento e Mediunidade). Em diálogos mentais com o médium C.A.B, Inácio Ferreira indica essa possibilidade! Deus e Jesus abençoem a você e a todos no seu campo de energia espiritual! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (00:12)!!!

      Excluir
    2. Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Chegado (25-09-2017 09:58) Permita-nos enfocar sob uma outra visão a sua frase "Os opositores da tese de que 'espírito é gente' talvez... e não no sentido de alma (a 'fumacinha') apenas." Na nossa opinião particular (de Cadichon Pirilampo), acreditamos que não seja o caso, porque essa "oposição" geralmente prende-se a outros interesses não declarados. Compreender-se-á aquela tese lendo a pergunta 134 de "O Livro dos Espíritos", como também "O Livro dos Médiuns". Logo, aqueles "opositores" têm uma maneira de ver as coisas espirituais esclarecidas pelo Dr. Inácio Ferreira (IF) e outros! Não descartamos a possibilidade de estar equivocados! Para compreendermos bem o pensamento vivo de IF, todos nós devemos partir de suas opiniões quando esteve encarnado e também da primeira obra psicografada "Sob as cinzas do tempo" (Didier) até a última "Egos em conflito" (LEEPP)! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (08:35)!!!

      Excluir
    3. Obrigado pelas dicas, Cadichon Pirilampo!

      Excluir
  10. Olá boa tarde a todos. Dr Inácio e Carlos Bacelli. Muito importante para todos nós que acompanha este blog , onde vocês nos proporcionam semanalmente esclarecimentos oportunos. Paz e Luz.

    ResponderExcluir
  11. Mestre : Penso que entendo a sua mudança de táctica . Ela é inquestionável ...basta ler ! Sei que este Blog deve ser um ponto de encontro onde deve imperar o Amor e a "Sabedoria" , contudo ...não resisto :muito poucas ou quase nenhumas "foram" as Almas( corpo+espírito ) que "ousaram" DEFENDER" aquele que esteve Xico Xavier face à sua penúltima mensagem, neste espaço de reflexão !!! Estou Triste !!! Tanta Doutrina ...Tanta Memória...Tantos propósitos de Amor...Tanta Avidez de Aprender ...para quê e porquê ?alguém , estou questionando os comentadores habituais , tem dúvidas acerca do que representou a Obra , vasta , do Grande XICO XAVIER ? Este que está eu , reles cópia do João Semana de Júlio Diniz , não tem !!! muito lhe devemos !!! E...aqui ...quase ninguém o defendeu inequivocamente !!! Apesar de tudo ...penso que o Grande Xico ...o qual eu não conheci na presente vivência ...entende e nem precisa de perdoar ...porque não se sentiu ofendido . Quanto à presente mensagem do Nosso Mestre : A medida que o lia lembrei- me do livro : O CRAVO NA LAPELA de António Carlos /Vera Lúcia Marinzeck , bem como muitos outros incluindo os de Luiz Sérgio/Irene Pacheco Machado . No livro a que aludi , se bem me lembro , há uma cena em que é partida na "cabeça" uma peça tipo vaso ...não entendi...nunca tinha lido nada que a isso aludisse...ignorância de um terráqueo sem memória do Antes ...quando chegar a hora vou tentar estar atento ...se disso for digno !!! nem tinha que entender !!! Poderemos ler todas as Obras Espíritas ...e...não entenderemos 99% das questões : à luz da verdade Integral!!! Não ao : Fulano disse ...está no livro tal ...penso de que ...; Nada sabemos e ai de quem não assim pensar...terá muitas surpresas ! De modo que proponho ao nosso Adorado Mestre um plano de formação a ser realizado na sua Colónia Espiritual ...e onde nós seremos os "seus"formandos" em desdobramento ...Quanto ao "corpo" a "viajar" essa é uma questão já muito estudada pelos Espiritualistas( corpo etéreo/astral/mental/adâmico/De Luz/Monádico ??)...já desisti de tentar entendê-los... o mestre O.M.A. me desculpe ...limitaçoes minhas . Tudo isto me faz lembrar a Biblioteca do Convento de Mafra : Torre de Babel do sec. XVIII e hoje totalmente desactualizada ....pelo que quando o Mestre pergunta eu apenas posso dizer: Mestre, por obséquio , explique ...já que não sei !!! dúvidas ? Tenho mais que muitas ...mas não quanto à minha ignorância quanto ao pré-per-pós mortem , por muito que tenha lido !!!Mestre , Carlos Bacelli : Não desistam !!!Este que está João Semana

    ResponderExcluir
  12. Olá a Todos, com a intepretação desta semana, "eu" acho que fecha com os últimos dois a situação de achar o Mundo Espiritual "uma Fantasia" uma falta de coerência pois desde dos Pesquisadores com C.Lobroso, E.Bozano e outros que estudaram e demostraram a Bilocação o chamado desdobramento dos Corpos espirituais. Que a cada Corpo espiritual a Realidade e Certeza. O nosso 1º Corpo Espiritual em desdobramento tem certas sensações e este também em desdobramento em Corpo Astral tem outras sensações. Demonstrando que a Realidade tem seu Ponto de Vista da onde se encontra o Espirito. Silvano/Sorocaba.SP

    ResponderExcluir
  13. Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Estado vegetativo. A fim de permitir estudos futuros neste blog, permitam-nos divulgar a notícia "Homem recupera consciência após 15 anos em estado vegetativo" (26-09-2017) que os sites "O Jornal do Brasil" (15h09-16h05 - Ciência e Tecnologia) e Terra (15h22-15h23 - Notícias - Ciência) noticiaram sobre um experimento realizado na cidade de Lyon, França, em 2016. Essa notícia pode ser lida como "Como os médicos conseguiram 'reativar' consciência de paciente após 15 anos de estado vegetativo" (26-09-2017 - Ciência - Saúde - BBC Brasil.com), de Michelle Roberts. Segundo esse noticiário, essa narrativa contradiz a visão tradicional de que "...um paciente não tem esperanças de retomar a consciência depois de 12 meses em estado vegetativo..." de acordo com os autores da pesquisa (estudo). Esses autores são Angela Sirigu et al que a publicaram na revista científica "Current Biology" nº 18, volume 27, de 25-09-2017, páginas R994-R996 como "Restoring consciousness with vagus nerve stimulation" (em tradução livre "Reavivando a consciência com a estimulação do nervo vago"). Como você interpreta?! Bem, parece-nos que é mais um convite "indireto" (a Ciência orientando) para ler e estudar bem as obras "Os Mensageiros" (FEB), "Obreiros da Vida Eterna" (FEB), "No Mundo Maior" (FEB), "Evolução em dois Mundos" (FEB), de André Luiz e as obras de Inácio Ferreira quanto ao assunto fisiologia do perispírito (ou corpo espiritual) e sua relação com o corpo físico de carne! É apenas um palpite! Não deixemos de ler "Por dentro da mente em estado vegetativo" (19-01-2015 - Roger Highfield - BBC Brasil.com). Não seria essa notícia "uma placa de rua" para alcançarmos "Egos em conflito" (LEEPP)? Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (08:45)!!!

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde !! Na paz!! Tá tudo certo: passando hoje aqui, desculpem , sem "inspiração " para comentar o assunto !! Dai, pra não passar em "branco " kkkkkkk, li aqui uma , vamos dizer aqui, daquelas pérolas de Santo Agostinho, que peço permissão transcrever : " A fé procura , o intelecto encontra " . Continuemos, estamos trilhando o correto no , bom-senso!!! Que Deus nos ajude!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Dom Tamer (27-09-2017 13:19). Fé e intelecto. Permita-nos "ir um pouco mais além" na frase que você escreveu: "...li aqui uma, vamos dizer aqui, daquelas pérolas de Santo Agostinho, que peço permissão transcrever: 'A fé procura, o intelecto encontra.'..." Pergunta-se, geralmente: - "Em que fonte se encontra essa frase de Santo Agostinho?" Pesquisando-se pelo Google, encontrar-se-á vários caminhos (sites). Um desses é o tema "A influência espiritual", elaborado por www.searadomestre.com.br. Nele, lê-se: "Se não crerdes, não entendereis." (Isaías, VII, 9). "A fé procura, o intelecto encontra" (comentário de Santo Agostinho a Isaías, VII, 9, De Trinitate, XV, 2-3)...Por que devemos "preocupar-nos" com as fontes? Porque, em primeiro lugar, todos nós devemos respeitar a origem do conteúdo das mesmas. Segundo, nós não somos sábios, isto é, gênios (espíritos altamente esclarecidos como Albert Einstein, Sócrates e outros). Cada um de nós encontra-se num grau de evolução moral e intelectual relativo! Neste aspecto, somos naturalmente inclinados a digitar um trecho de "O Evangelho segundo o Espiritismo", capítulo XIX - "A fé transporta montanhas", item 7: "...A fé necessita de uma base, e essa base compreensão daquilo que se deve crer. (...) A fé raciocinada, a que se apoio nos fatos e na lógica, não deixa nenhuma obscuridade; a criatura acredita porque tem certeza, e tem certeza porque compreendeu. Eis por que não se dobra. A fé inabalável...O Espiritismo conduz a esse resultado, ...". Nesse contexto, vejamos como Allan Kardec desenvolveu o seu pensamento vivo: partiu primeiro do pensamento (opinião, declaração, afirmação, conceito, etc...) de Jesus Cristo; compreendeu-o e depois o ampliou para cada um de nós. Num outro momento, agregou outros pensamentos ("instruções dos Espíritos"). Na atualidade, até prova em contrário, cada um de nós deverá seguir a mesma trilha, não é mesmo? Seguir a mesma trilha não significa estar preso a uma possível armadilha de pensamento A, B ou C. É uma questão de bom senso! Aliás, não nos esqueçamos de que podemos estar enganados nesta questão! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (08:18)!!!

      Excluir
  15. Cadichon Pirilampo2 de outubro de 2017 04:46

    Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Espaço e ondas gravitacionais. Permitam-nos divulgar interessante novidade no campo da Astronomia! No capítulo 7 - O primeiro centésimo de segundo - do livro "Os Três Primeiros Minutos - uma discussão moderna da origem do Universo" (RJ: Guanabara Dois, 1980 - em inglês "The Three First Minutes: A moderne view of the origin of the Universe", 1977), Steven Weinberg (1933-....) escreveu: "...A radiação gravitacional interage com a matéria muito mais fracamente que a a radiação eletromagnética, ou mesmo que os neutrinos. (Por esta razão, embora estejamos razoavelmente confiantes nos fundamentos teóricos da existência da radiação gravitacional, os esforços mais determinados até agora falharam na detecção das ondas gravitacionais de qualquer fonte.)..." Depois o autor narra a hipótese do surgimento dessa radiação gravitacional e declarou que: "...Desafortunadamente, parece que não haver a mais leve possibilidade de detectar uma radiação gravitacional de fundo a 1ºK num futuro previsível..." Pasmem! Esse "...futuro previsível..." chegou com a notícia "Astrônomos fazem melhor detecção de ondas gravitacionais até agora. Dados preliminares da quarta detecção da história sugerem que Einstein está cada vez mais certo." (27-09-2017 12h09-18h09 - Ciência/LIGO - http://revistagalileu.globo.com). Este artigo relata a história resumida das três outras descobertas sobre ondas gravitacionais (uma, em 2015; duas, em 2017). Mas, perguntar-se-á: - "O que essas ondas gravitacionais têm em comum com o Espiritismo (ou Doutrina Espírita? Como interpretar essa revelação científica moderna?" Bem, num primeiro momento, devemos ler e reler bem o conteúdo da resposta dos Orientadores Espirituais à pergunta 36 de "O Livro dos Espíritos": - "Não, não há o vácuo. O que te parece vazio está ocupado por matéria que te escapa aos sentidos e aos instrumentos." Em outro momento, somos convidados a reler "A Gênese, os Milagres e as Predições segundo o Espiritismo" (FEB e outras editoras), de Allan Kardec, capítulos I, VI e XIV. Nesta linha de pensamento vivo, leiamos o que Sheila Rowan, astrofísica da Universidade Glasgow, Escócia, afirmou "Estamos perto de ver uma nova história de como os buracos negros se formaram e evoluíram através da história do Universo. A informação está quase ao nosso alcance." ("Previstas por Einstein, ondas gravitacionais têm nova detecção anunciada na Itália" - 29-09-2017 - Ciência - BBC Brasil.com). Conclusão lógica: aguardar o momento adequado em que o futuro (invisível) torne-se objetivo (visível) é o caminho correto. Por isso, sejamos pacientes! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (08:39)!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia !! Na paz!! Tá tudo certo !! É...!!, nobre, Cadin-piri!! Essa , "paciência ", necessária é fundamental , para saúde do nosso campo mental , qye preciso , exercita-lá , dioturnamente !!! Grato !! Pelas suas intervenções elucidativas e oportunas qye nos traz em sintonia com a dupla , Inácio/Baccelli.

      Excluir