domingo, 28 de janeiro de 2018

COMO VOCÊ INTERPRETA?! – XLII

No capítulo 42 – “Em Conversação” –, André Luiz nos fala sobre o diálogo com o Ministro Benevenuto, que acabara de chegar dos campos da Polônia, afirmando: “Muito doloroso o quadro que vimos (...); habituados ao serviço da paz na América, nenhum de nós imaginava o que fosse o trabalho de socorro espiritual nos campos da Polônia. Tudo obscuro, tudo difícil. Não se podem, ali, esperar claridades de fé nos agressores, nem tão-pouco na maioria das vítimas, que se entregam totalmente a pavorosas impressões. Os encarnados não nos ajudam, apenas consomem nossas forças. Desde o começo do ministério, nunca vi tamanhos sofrimentos coletivos”.
*
A Segunda Grande Guerra estava para acontecer e o Mundo Espiritual Superior, na tentativa de evitá-la, sentia-se impotente. Na tentativa de inspirar decisões que pudessem ser tomadas em favor da paz, evitando derramamento de sangue e a destruição de nobres patrimônios culturais da Humanidade, os espíritos, que transitavam nos gabinetes humanos, não logravam êxito. A mente encarnada fixa na violência, impedia o registro de qualquer apelo de ordem superior.
*
Neste trecho do relato de André Luiz, aproveitamos para responder àqueles que vivem indagando pela influência do Mundo Espiritual sobre, por exemplo, a situação política vigente no Brasil, com tanta corrupção e injustiça prejudicando milhares. Muitos, diante de nossa aparente passividade, chegam a duvidar de que, realmente, possamos existir, nós, os desencarnados. Acontece, porém, que, consoante as Leis Divinas, não dispomos de outro poder de intervenção junto aos encarnados que não seja o da sugestão mental, através dos apelos direcionados, de mil formas diferentes, aos que ocupam posições de poder, conduzindo os destinos de tanta gente.
Sentimo-nos, literalmente, como humildes ferreiros batendo sobre “ferro frio”, sem a menor capacidade de moldá-lo conforme melhor convém à sua utilidade geral.
O mesmo acontece quando, muitas vezes, amigos vários nos questionam sobre a nossa capacidade de influenciação no Movimento Espírita, impedindo que desvios doutrinários aconteçam, chegando a deturpar a mensagem da Terceira Revelação. Claro que não estamos alheios aos atavismos do Movimento Espírita, que, a partir de determinados companheiros invigilantes, colocam a pureza da Doutrina sob séria ameaça. Acontece, porém, que os nossos alvitres, dos irmãos de Ideal que nos encontramos deste Outro Lado, não são atendidos, ou, então, são tidos a conta de alertas mistificadores, intermediados por sensitivos em estado obsessivo.
*
O Ministro Benevenuto, em seu diálogo, ainda destacou: “Nunca, como na guerra, evidencia o espírito humano a condição de alma decaída, apresentando características essencialmente diabólicas”. Ousaríamos dizer que não apenas na guerra, mas em qualquer situação em que interesses escusos estejam em jogo – interesses ligados ao poder transitório, ao dinheiro, à vaidade, a pretenso poder espiritual conferido pela liderança de natureza religiosa... O Espiritismo, dizemos aqui o que temos dito alhures, vem sendo vítima do maior blefe mediúnico de todos os tempos, inédito nos anais do Espiritualismo em geral, com o envolvimento de centenas e centenas de espíritos encarnados, no Brasil e no Exterior, que estão se deixando influenciar maleficamente, dando azo a que o elitismo se acentue na gleba da Doutrina, fadada a reviver o Cristianismo em sua primitiva pureza.
*
Os Espíritos Amigos, como elucida o Ministro Benevenuto, frustram-se profundamente, e não é sem grande tristeza que observam a mole humana encaminhar-se, uma vez mais, para o abismo da ilusão, sem a necessária coragem de romper com os interesses mesquinhos que já a fizeram cair tantas vezes.
*
Nós mesmos, que nada somos, em mais de uma oportunidade, temos procurado alertar para os perigos que o Movimento Espírita atravessa, vendo, porém, baldados parte de nossos sinceros esforços, por aqueles que se unem para desqualificar-nos o tentame, a fim de continuarem usufruindo das benesses de um ilusório poder.
O que vem acontecendo em nosso Movimento, dá-nos plena convicção de que, infelizmente, o Espiritismo não se encontra preparado para a generalização de seus postulados, sem que, à sua frente, centenas viessem a reivindicar autoridade de liderança, a fim de serem entronizados como seus “chefes” religiosos, perturbados pela ideia de hegemonia espiritual – a mesma ideia que, na imagem bíblica, fez com que Satanás se precipitasse do Paraíso.

INÁCIO FERREIRA

Uberaba – MG, 29 de janeiro de 2018.






14 comentários:

  1. Bom Dia Dr. Inácio e Baccelli. O que vem acontecendo ao Espiritismo é uma desgraça. Eu mesma já presenciei com meus próprios olhos, o elitismo, o dinheiro como finalidade, a magnetização maligna para subjugar. Esses líderes são diabólicos e fazem parte de uma falange que está presente em todas as formas do cristianismo, porém como diz o Evangelho Segundo o Espiritismo: ¨Somente lobos caem em armadilhas de lobos¨ É isso aí. Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia dr Inácio e Baccelli...
    É dr Inácio...está realmente difícil..
    Nesse momento mais do que nunca dá para compreender um pouco Jesus quando disse:
    *Mas aquele que perseverar até o fim...será salvo*
    Tem que ser muito perseverante para continuar no caminho do bem..em um mundo..onde a mentalidade está completamente voltada para o ter...
    A miséria no nosso país está no ápice..
    Aqui está valendo mais ter iates..castelos...poder material..do que conduzir um povo com dignidade..
    Muitos perderam completamente a noção...
    Se acham deuses...
    Cegos conduzindo cegos...
    O egoísmo imperando...
    A vontade...um dos maiores patrimonios do espírito..sendo utilizada para coisas fúteis...
    Jesus..que veio para salvar...está sendo usado por *caras de pau*..
    *louco...essa noite pedirão sua alma*....disse Ele...
    É como eu digo dr Inácio...as casas espíritas nos dias tão terríveis de hoje...deveriam estar preocupadas em colocar os ensinamentos de Jesus que é nossa salvação em primeiro lugar..
    Nada vai mudar por fora...enquanto não houver a mudança para melhor de cada um de nós..
    As ovelhas estão perdidas dr Inácio..
    E o Pastor com certeza está observando..
    Feliz semana
    Beijos
    Cris

    ResponderExcluir
  3. Além de tentar nos intuir ao bem, o Plano Espiritual Superior sempre nos envia seus missionários para se encarnarem entre nós, a fim de conseguirem "escutar as vozes superiores" e executar o que deve ser executado, para o bem de todos. Nós é que não conseguimos identificar tais missionários, mesmo eles estando materializados diante de nós. E pior, ainda colocamos inúmeros obstáculos em seus caminhos e deturpamos suas obras.

    Falando de guerra, no livro "Joana D'Arc Médium", de Léon Denis, vemos o caso de uma camponesa de 17 para 18 anos que, tomada de inspiração superior, conseguiu comandar o exército francês a fim de libertar a França da invasão inglesa, na "guerra dos 100 anos". O que foi feito da heroína? Foi traída, presa, humilhada, queimada viva e até hoje ainda é incompreendida pela maioria de nós!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Dr. Inácio e Baccelli!!

    É com muita alegria que agradeço ao trabalho de nos alertar, continue por favor desta forma.

    Obrigado por tudo e excelente dia e semana para todos nós!!

    Fiquemos com o BOM DEUS!!\O/

    Carlos A. Gomes

    ResponderExcluir
  5. Cadichon Pirilampo29 de janeiro de 2018 04:59

    Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Oportuníssima a mensagem semanal do nobre Irmão Espiritual Inácio Ferreira (IF)! Concordamos em gênero, número e grau com os seus "...arrazoados do Além..."!!! Deus e Jesus abençoem a essa parceria mediúnica neste Planeta Espiritual chamado Terra! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (10:57)!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia! Na paz!!, Tá tudo certo!!! Bom, Inácio, Inácio!!....., toda a logica tá mais ou menos por ai!. Quando dissemos que: Não existe diferenças,espirito é espirito, não interessa, visível ou invisível, é tudo igual!!... Outra: Preciso urgente, seja entendido e aperfeiçoada essa interação dos mundos visíveis?invisíveis...., Outra: Algum lugar no ESE , dizem os invisíveis ( algo nesses termos) que, "... se vocês imaginassem o tamanho da influencia que os espíritos desencarnados exercem sobre os encarnados..." , diante dessas informações e em contra-dita ao que você vem afirmar"...pela influência do Mundo Espiritual sobre, por exemplo, a situação política ..., "...Acontece, porém, que, consoante as Leis Divinas, não dispomos de outro poder de intervenção junto aos encarnados que não seja o da sugestão mental, através dos apelos direcionados, de mil formas diferentes, aos que ocupam posições de poder, conduzindo os destinos de tanta gente...". CONCLUSO QUE: Parece-nos, precisa mesmo a Codificação ser ATUALIZADA, pelo visto, uma delas seria exatamente essa mesma pergunta, ser "reformulada", provavelmente a resposta seria de certa forma "alterada". Tudo indica, essas influencias não são DESSE TAMANHO TODO NÃO!!!. O que, faz sentido, pois não é "justo", sermos de fato esses joguete dos invisíveis, afinal, somos espíritos da mesma forma, apenas em estados diferentes. então, a coisa precisa ser "NEGOCIADA" e não IMPOSTA!!, como nos pare ser e dá a entender como difundido pela doutrina!!!. Posso, tá falando bobagem!!, mas!!...........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A influência maléfica quer se impor sobre aqueles que se afinizam com ela, o que não ocorre no caso da influência benéfica, pois deve haver mérito, através do exercício do livre arbítrio, na prática do bem verdadeiro. Ou seja, na minha interpretação, os espíritos influenciam bastante a nossa vida sim. Só que nós estamos tão afinizados com o mal, que nem percebemos o que vem de nós mesmos e o que vem de nossos obsessores (ex-comparsas de ontem, em muitos casos...). Esse assunto me faz até lembrar uma frase que, se não me engano, li no livro "mediunidade nossa de cada dia", do Odilon, psicografado pelo Baccelli, que diz algo como: todos os encarnados vivem em constante estado de transe mediunico mais ou menos acentuado.

      Excluir
    2. Bom dia!! na paz!!, Tá tudo certo!!. Sim, Chegado!. Tá tudo muito relacionado. E , é , por ai que fico intrigado, com essas relações entre visíveis/invisíveis. Fico "injuriado", pelo fato de que, muitos de nós, por muitas vezes, deixamos um próximo mais próximo, visíveis, em casa, no trabalho, ou em outro local de conviveu, necessitando por demais de se "comunicar" com a gente, e vamos felizes da vida pra uma casa espirita, comunicarmos com os invisíveis. É tudo espirito, né!!. Dai, pergunto: é saudável isso!!????...., eu já havia prometido a mim mesmo, de que, não iria mais me pronunciar sobre esse assunto, aqui, e nem outro local, porque, esse campo mental, está me trazendo muito desconforto psíquico, fazendo mal a minha própria saúde física e mental. Porque??, intuiu..., mas, não tenho certeza. Certo mesmo que sei, é que: Tanto, visíveis como invisíveis, necessitamos nos dias de hoje, não tanto de Instrutores espirituais, mas, em maior quantidade de, PSIQUIATRAS!!! kkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. Cadichon Pirilampo30 de janeiro de 2018 04:37

      Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Chegado (29-01-2018 09:04). Muito bem exposta a sua opinião em auxílio ao Dom Tamer (29-01-2018 06:27)! Acrescentamos ao pensamento vivo de Odilon Fernandes (OF) o que ele orientou-nos no livro "Todos Somos Médiuns" (Didier, 1ª edição, 1993), capítulo 5 - Somos todos médiuns, no qual comenta um trecho de "O Livro dos Médiuns", Segunda Parte, capítulo XVII, item 205). Se não estivermos enganados, provavelmente, esse ensino de OF está em sintonia no que lemos, estudamos e meditamos na pergunta 459 de "O Livro dos Espíritos". Os Espíritos Orientadores responderam que: "Os Espíritos influem em nossos pensamentos e atos muito mais do que imaginais. Influem a tal ponto que, de ordinário, são eles que vos dirigem." Não nos esqueçamos de que cada um de nós é Espírito também vivendo uma experiência física neste Planeta Espiritual chamado Terra. Essa influência recíproca - espírito encarnado (visível) sobre encarnado e desencarnado (invisível) sobre encarnado - pode ser claramente observada no nosso cotidiano. Essa influência quando positiva, entretanto, não escraviza o nosso livre-arbítrio. Todavia, o contrário é o que se denomina obsessão, não é mesmo? Esta obsessão, geralmente, é consentida, como o Inácio Ferreira e equipe orientam em várias de suas obras. Bem, fiquemos por aqui! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (10:35)!!!

      Excluir
    4. Bom dia a todos!!!
      Gostei da conversa! Vai aqui o meu pitaco:
      - Somos todos espíritos, e os que estamos aqui encarnados só part-time. De vez em quando saímos por aí.

      - Realmente não sei o que seria de mim (falo por mim), ou de nós, se não fossem nossos Amigos Espirituais! A melhor maneira que "vejo" daqui, encarnado, é um dia poder retribuir as enormes ajudas.
      - Tem os que estão aqui e tem os que estão lá, ou todos estamos nas duas faixas. Acredito ser naturalmente óbvio que não estamos aqui à toa, pois se fosse pra ser tudo decidido e pilotado por lá nem haveria necessidade de existir aqui! E cá estamos nós! Mão à Obra!!!

      Um grande abraço à todos, lembrando que muito possivelmente nós insistimos pra estar aqui no meio dessa bagaça.

      Excluir
  7. Dr. Inácio, entre os 7 biliões, que neste momento habitam a Crosta,emergem,em grande maioria, criaturas na condição de almas decaídas.As trevas, em bandos escuríssimos, sufocam as almas boas, em perseguições sem tréguas, para impedi-las de prosseguir o trabalho no bem, a nível de Governo e instituições importantes, para lhes ocuparem os lugares-chave de liderança, impedindo o progresso dos povos. Todos os países se confrontam com esse cancro devastador e aparentemente imparável.
    Grande maioria dos espíritas, por ausência de estudo e trabalho protetor na caridade, são facilmente arrastados pela enxurrada avassaladora de obsessões colectivas, aprisionados na simbiose mental inconsciente, obstando o progresso moral das criaturas.
    Poucos se salvam, é quanto podemos concluir, neste periodo tão dolorido de transição. Muito grata como sempre. Abraço carinhoso à equipa. Noémia

    ResponderExcluir
  8. Dr. Inácio. irmão Baccelli
    "A paz esteja convosco"
    Ao meu ver, ou Jesus volta, não só para as outras religiões, mas para nós, os ditos "espíritas", ou então a Terra será realmente uma nau à deriva...
    Com amor da irmã Verinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Tarde!! Na paz!!, Tá tudo certo!! Irmã, Vera !. Desculpe-me, dar um ! "pitaco": Penso eu que, nem um dos dois!!. Jesus!!, esse, volta aqui não!!! kkkkkkkk. Quanto a terra a deriva!!. Não acredito!, pois, temos ai por volta de no máximo uns 0,005% de vivencia ( no seu ápice) do homem nesse planeta ( que, tudo indica, foi criado para nós, somos nele o ser magnânimo). Pois vejamos: temos uns 4.5 bilhões anos em relação ao tal Big-Ban, dai, uns 8% desse tempo, ( 400 milhões de anos) temos que é sabido pela ciência origem planeta Terra. Depois , temos uns 4.5 milhões de anos, ( 1% ), primeiros vestígios do homem na terra, dai, temos que, nos últimos 200 anos, foram os que mais evoluímos nesse Planeta Terra, ou seja: 0,005% apenas do tempo em que estamos no Planeta, conseguimos uma evolução mais acentuada. Dai, concluo: Deus, não criaria o Planeta, o prepararia com tanto carinho, para que os seus "protegidos", tivessem tão pouco tempo de convívio e oportunidade evolutiva tão infinitamente insignificante, em relação a significância do Homem!. Não é mesmo!!!. Nessa linha de raciocínio, se é que meus cálculos e informações, estão corretos!!, NÓS VAMOS MESMO É TER DE, SE VIRAR POR AQUI MESMO, ATÉ DEPURARMOS, ai sim, concordo contigo, estaremos a deriva, mas, não a Terra!!, e sim, NÓS!!!.....

      Excluir
  9. Aécio Emmanuel César31 de janeiro de 2018 04:41

    Bom dia Dr. Inácio e Baccelli. É delicado esse momento pelo qual passa a Doutrina dos Espíritos. Mas como senhor falou uma pequena parte não se sintoniza com esses pensamentos maléficos. Se me permite a pergunta, a Espiritualidade Amiga não poderia reforçar os laços mais ainda com esses que ainda tem um Ideal Cristão a praticar? Sei que o Mundo Espiritual está fazendo de tudo para tentar derrubar as trevas que milhares de homens atraíram para si mesmos. Com certeza temos que dar a nossa parte, não é mesmo, para que essa sintonia ganhe mais força, não é mesmo? Obrigado mais uma vez pelo aviso. No final o amor sempre vence. Forte abraço. Aécio Emmanuel César

    ResponderExcluir